25 de setembro de 2020

Guia dos Carros

O seu portal automotivo do Brasil

Honda City 2020: Fotos e Avaliação Completa

Honda City fotos e avaliação completa

Honda City fotos e avaliação completa

Assim como foi feito recentemente com o Novo Honda Fit, a montadora japonesa apresentou o Honda City 2020 na Tailândia. Esta é a quinta geração deste sedã que hoje é um dos líderes do mercado brasileiro no segmento.

Apesar das mudanças significativas no design interno e externo, o que chama mais atenção foi a sua nova motorização. O novo propulsor é um tricilíndrico turbinado de 122CV, seguindo a tendência do mercado atual que foca em desempenho e economia.

No entanto este modelo que foi apresentado na Tailândia só deve ser vendido no Brasil a partir de 2021. A previsão é que ele seja apresentado oficialmente no Salão do Automóvel que ocorrerá em novembro deste ano. Ficou interessado nesta novidade? Então este artigo irá te mostrar todos os detalhes.

Mudanças no Design

Como podemos ver nas imagens, o Honda City 2020 manteve sua orientação para um público alvo mais “tiozão”. Mas suas linhas e dimensões mudaram de maneira considerável, deixando-o com um visual mais próximo do Accord. As dimensões apresentadas pela Honda são:

  • Comprimento: 4.553mm (91mm maior do que o modelo anterior)
  • Altura: 1.467mm (28mm menor)
  • Largura: 1.748mm (53mm mais largo)
  • Entre-eixos: 2.589mm (11mm mais curto)
Leia também  Manutenção cara: os piores carros

Novo Honda City 2020 (Dianteira)

Novo Honda City 2020 (Traseira)

Uma das mudanças mais expressivas em termos de design neste novo modelo é a nova grade dianteira. O símbolo da montadora ficou menor e a grade cromada ficou mais grossa e passou a avançar sobre a parte superior dos faróis. Os faróis ficaram mais estreitos e avançam mais sobre os para-lamas, dando um visual um pouco mais agressivo para o conjunto.

Nas laterais podemos ver que as linhas se alongaram e, diferente do modelo passado, ligam os faróis até as lanternas. As linhas mais fluídas, junto com as novas dimensões do modelo, acabam remetendo a alguns coupés modernos.

As lanternas seguiram a mesma fórmula dos faróis, se estreitando e avançando mais sobre os para-lamas. O detalhe cromado que unia as duas lanternas foi retirado nesta geração, resultando em uma traseira sem tanta informação visual.

Novo Honda City 2020 (Interior)

Assim como na parte exterior, a quinta geração do Honda City teve mudanças expressiva em seu interior. As saídas de ar são simétricas e o painel é mais plano, dando uma sensação mais harmoniosa do que na versão anterior.

Leia também  Carro para Uber 2020: qual melhor opção?

Houveram também mudanças no console, que na versão anterior aparentava ser uma peça única, sem muitos detalhes, que destoava do conjunto. Para o piloto, o volante e o painel também foram atualizados, dando um toque de esportividade para o modelo.

Mudanças na Mecânica

Muitos esperavam que a Honda fizesse o mesmo que fez com o Fit, e equipasse o Honda City 2020 com motor híbrido. Ainda não foi desta vez que a montadora trouxe esta tecnologia para o seu sedã compacto.

Mas ela não deixou o modelo desatualizado em seu segmento. Para concorrer com os outros sedãs compactos, a Honda desenvolveu o motor 1.0 turbo de três cilindros, que desenvolve 122CV de potência. Este motor irá aposentar o 1.5 aspirado, que é 6CV mais fraco e trabalha em faixas de rotação maiores.

A potência máxima deste turbopropulsor é obtida em 5.500 rotações, enquanto os 17,6kgfm de torque vêm na faixa de 2.000 até 4.500 RPM. Esta mudança não trará benefícios apenas na performance do veículo, mas também em seu consumo de combustível. Os testes feitos pela montadora em terras tailandesas afirmam que seu consumo pode chegar aos incríveis 23,8 km/litro.

O resto do conjunto apresentou poucas mudanças, a transmissão continua sendo por um câmbio CVT de sete marchas simuladas. A dianteira manteve a suspensão McPherson e freio a disco, a traseira continua com eixo de torção e freio a tambor.

Leia também  Manutenção cara: os piores carros

Data de Lançamento e Preços

Na Tailândia, o Honda City 2020 já iniciou suas vendas, mas no Brasil só deve ser vendido após apresentado no Salão do Automóvel. Sendo assim, só deveremos ver este modelo aqui nas ruas em 2021, em outros países ele será lançado no decorrer do ano.

O modelo é vendido em duas versões, a Turbo S (versão básica), e a Turbo RS (versão top de linha). A versão RS traz um visual mais esportivo, contemplando rodas, spoilers, grade e retrovisores na cor preta e um aerofólio traseiro. O valor deste modelo em conversão direta é de R$80.400,00 para a versão Turbo S, e R$102.500,00 para a versão Turbo RS.

Gostou das mudanças neste modelo? Acha que ele poderá competir com os outros modelos concorrentes? Comente aqui.

%d blogueiros gostam disto: